Terça-feira, 26 de Junho de 2007
Não vou por aí

vovira


Já disse muita vês que não vou por aí.
E por muito que me digam que não se deve  dizer que dessa "água" não beberei,vou continuar com a minha ,e vou continuar a beber dessa "água". É que nos meus anos
em que ando por este mundo, e já corri muito,por aquilo que tenho visto ,ninguém me consegue demover das minhas convicções
Não,nao irei mesmo por aí.
Ir por aí p`ra mim, é não ser mesquinho,não ser aquele que se diz de sábio,mas sim, ser aquele humilde servo que com a sua humildade consegue ser um ser normal, sem rancores sem pudores sem ter nunca,mas mesmo nunca nada a apontar ao seu semelhante,sendo esse semelhante um ser normal.
E um ser normal o que será?Será,  dedicado/a,que se rege pela natureza,que ao olhar à sua volta vê mais seres,seus semelhantes logo não está só.
Portanto,recuso-me a ficar adormecido,trágicamente cilíndrado,por pessoas ou coisas que me dizem que as suas opiniões são válidas e  as dos outros(leia-se semelhantes) não são práqui chamadas.
Isto a propósito dum tema que apareceu aí num blog sobre  (já nem me atrevo a dizer o nome,panel,e fuf. se é que isso é um nome,é que fiquei com um receio enorme em exprimir a minha opinião).

Caíram-me todas/os em cima a dizer que cada um/a escolhe o amor que quer,tudo bem,mas depois não venham prá praça publica,dizer que são discriminados/as por terem optado por esse tipo de escolha!!!!Não , e eu que até nem vou com essas coisas,tinha logo que me calhar a mim.
Mas pronto.fiquem descansados/as que a partir de hoje vou pura e simplesmente,não opinar a esse respeito,visto, como eu já pensava à muito ser uma área restrita de pessoas ou coisas,que tal como sempre disse e direi,serem aberrações da natureza.
E não fui eu que inventei tal palavra,mas que se adapta na perfeição,lá isso é certo.
Só espero não voltar a ser apedrejado novamente,por exprimir a minha opinião.
Não vos dou mais seca por hoje,mas amanhã cá estarei,e a essas coisas que se melindram com as opiniões dos seus semelhantes.

Como disse,continuarei sempre com sede,e irei até ao fim dos meus dias saciar-me nesse líquido precioso.
Perdoai-me Snhrs/as

Vou deixar-vos com esta frase que é um dos meus lemas preferidos.

O ser humano só vale por aquilo que é,e não por aquilo que tem.
sem mais por hoje,despeço-me de vocês
É que a velhinha já foi á muito.
Abraços e beijos

 

sinto-me: cheio de sono e com fome
música: na tua casa está entrando outro macho.

publicado por velhinhopregasecas às 02:23
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 20 de Junho de 2007
Sim Gostava...
  
E,quando  nos é tirado qualquer coisa de bom,sim que nós julgamos ser bom,porque somos um punhado de pó e em pó nos havemos de tornar.
Sim, quando amamos
Quando fingimos
e somos desmascarados
Quando queremos e não podemos
podemos mas ignoramos
ignoramos pelo egoísmo sentido mas viramos costas porque os outros fazem.
Somos nós os atores  sem guião, sem argumento e
sem razão.
Sim, gostava de ser eu, gostava de ser tu nós vós eles e elas
gostava de ser tu e ele
gostava de ser tudo e todos e não ser ninguém
sim gostava de ter amado muito mais mas não amei.
E porquê?nem eu sei
sim nem eu sei
 só sei que um dia vou partir, e só sei que vou,
 sei que vou e não volto, mas que irei
Sim gostava de partir e de voltar
 mas quem sou eu pra decidir
 e pra julgar?
Sim,sou pó e em pó me hei-de tornar,mas gostava de amar,amar amar e ir mais além,
mas só não vou
 vou encontrar alguém
que saiba amar também.
Sim gostava,gostava que este mundo cruel amasse, mas que amasse perdidamente cada segundo do meu ser,do meu do teu do dele e dela, de nós e vós quais cupidos num jardim do edem,onde não há lugar a traições nem quezilas nem filhos só com um pai nem netos só com um avô nem irmãos separados
 nem lares para velhinhos,
nem esses abandonados.
Sim gostava de amar todas essas coisas grandes da terra,mas não sou capaz.
Revolta-me tudo quanto é injustiças,aberrações,mesquinhiçes traições e falta de AMOR
sim de amor, mas amor sincero,amor por este aquele e o outro.
Sim  amarei,mas amarei sempre,
sim gostava de amar,amar perdidamente,
amar só por amar
sim amar só por amar e não amar ninguém
jamais eu amarei.
                                          

Ficai-vos com esta;
                     
                      Nenhum caminho é longo,quando um amigo nos acompanha.







































sinto-me: confuso, mas amoroso
música: eles não sabem que o sonho é uma constante da vida

publicado por velhinhopregasecas às 00:49
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Junho de 2007
Frazes e pensamentos
Depois de tanto pensar,resolvi-me.
Vou enviar alguns pensamentos e frases que rabisquei práquí p`rós meus livros
São poucos, mas prometo arranjar mais.
Por exemplo;
lamentar uma dor passada,
no presente,
é criar outra dor e sofrer novamente.

o homem vale tanto ,quanto o valor que dá a si próprio.

E mais esta

o amor nasce de quase nada,
e morre de quase tudo

e nessa do amor, é mesmo verdade

Há,aqui á uns tempos estive internado no H. de S. André,por me ter dado um enfarte do miocárdio,e quando estava lá deitado na marquesa que me  calhou em sorte ,todo ligado e cheio de fios e tubos por tudo quanto era sítio,qual central elétrica,imaginava eu
que, talvêz já não saísse dali,senão dentro dum caixote.
E,concertesa comentei qualquer coisa com um dos doutores que me assistia,
e ele pergunta-me;
você é católico,acredita em Deus,
acredita que existe mesmo um deus?
ao que eu respondi afirmativamente,e ainda reforcei mais o meu assentimento.
Acredito que tem de haver um ser superior que comanda tudo e todos,não é sotor.
Não pense nisso,isso é tudo uma treta
e olhe nós é que somos os deuses,nós é que o vamos curar é que o vamos tirar dessa agonia.
Pergunto eu,esse homem arrasou-me,pôs-me a pensar
o que será da humanidade se não pensarmos em qualquer coisa que nos ajude a comandar as nossas vidas
Imaginemos que já sabíamos o que iria acontecer no próssimo minuto,como os nossos filhos iriam ser quando fossem grandes
o amanhã 
a vida não teria graça nenhuma
seria uma coisa amorfa sem sal  sem condimentos
seria como aquele sotor
uma coisa
não haveria sol,não choveria,não haveria casais,logo, éra-mos como que o primeiro ovo,ou será que era-mos como a primeira galinha?
nimguem saberá nunca como foi(quanto a mim. que me perdõem a ignorância).
ah,e se alguém souber, que diga,estou á espera.
já estou a fugir ao tema perdôem-me.
esse sotor e os outros são  dum profissionalismo ímpar bem hajam discípulos de hipócrates

Mas se o dito sotor não acreditasse,certamente não teria chegado onde chegou,tou certo ou tou errado?
Não quero uma coisa nem outra mas fico na espectativa,não é!!??
Bom isto do enfarte está a ficar quase bom ,não vamos falar mais de coisas tristes
e,fiquem-se com esta

nunca ande pelo caminho traçado
pois ele conduz somente até onde os outros foram
certo?
hei-los






sinto-me:
música: no coração

publicado por velhinhopregasecas às 14:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 8 de Junho de 2007
O pai e o filho

Pai e filho pilotam este renault clio,e o resto da equipe,que não é tão pouco como isso.

Vêm de França onde estão radicados,para fazerem as 24 horas de Fronteira
Reparem nas cores do automóvel,têm sempre as cores da bandeira de Portugal,é que são portugueses.E mais,andam que desandam aceleram á força toda.São preparadores de viaturas para ralys.São os famosos(Andrade).Já ganharam as 24 horas de fronteira,isto só ao vivo, é duma adrenalina ímpar,as minis,as febras,as pernas de frango, as  sopas,e as molhas e as noitadas sem dormir,é só, espetacular.Estou como se costuma dizer,se não foi vá,que não se arrepende.Bem, vou-me deitar,é que isto aqui não é Fronteira,é a (P. R),na Benedita.

sinto-me: Pronto pra ser desenbrulhdo
música: A garagem da vizinha

publicado por velhinhopregasecas às 00:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 6 de Junho de 2007
Dia do juramento de bandeira



     Alô filhos da escola,um dia destes fui dar com esta foto no baú de recordações.

Quem se lembra desta foto?

sinto-me: com soudades destes tempos
música: Os marinheiros aventureiros

publicado por velhinhopregasecas às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sexta-feira, 1 de Junho de 2007
Reunião Dos Orgãos do Corpo Humano.
                                    
Vamos lá então.
Certo dia,acordou o corpo humano todo cheio de cão,que é como quem diz,todo fodido.
Depois de uma longa espreguiça-dela,diz a língua,háááá soube mesmo bem.Mas, como disse lá atrás os outros orgãos estavam mesmo fodidinhos de todo,é que não havia um que não estivesse,e gritam todos em uníssono,(calate ó cabra do caralho,que tás aí em cima e não sabes nada o que se passa cá pra baixo).
Fartas-te de gozar lambes tudo que é de lamber,enfias-te em tudo que é buraco e, nós temos que aturar as tuas mordomias todas,portanto vamos exigir ai ao boss (leia-se cerebro)que marque uma reunião de urgência para a partir de hoje,nomearmos quem vai ser o chefe desta merda,ouviste bem,
sua cabra malhada vaca leiteira puta de merda.
E então diz o cerebro que estava a ouvir toda a conversa,eu,  nem pensem eu não marco nada, faça-se um plenário,vamos a votos,mas eu não quero mais mandar nesta merda.
Marcam o dia da reunião e é exijído a todos, comparência obrigatória sob pena, de levarem uma brutal cagada.Nisto,diz uma vózinha lá do fundo e com uma vóz que mais parecia um larilas,alto aí,nunca fui chamado pra nada ,e não vou aceitar fazer uma cagada em cima de qualquer merda,respeitinho não é?
Começa a reunião, e começam todos como que na nossa assembleia,todos falavam mas ninguém se entendia .
Fala a lingua ;eu é que devia mandar nisto em virtude de me encontrar cá em cima e ver tudo que se passa .de vez em quando ouvia-se a vózinha hei hei,tambem quero falar,ao que os outros diziam,cala-te que tu és o ultimo.
As pernas disseram,nós é que deviamos mandar já que somos nós que levamos com v´s todos em cima.
Os braços,e nós,nós é que levamos os alimentos á boca,ao que as mãos responderam,pois se não fossem os nossos dedos,o que seria de vós,e tu ó píxa, cala-te porque se não fosse mos nós como é que te endireitavas pa poderes foder a cona e pra ires ó cu a qualquer um.E lá estava de novo o cu,e eu quando é que falo?Xíuu,cala-te.
Falam as orelhas,os olhos, o nariz e o cu sempre na dele,olha lá ó narís e quando andas aqui por estas bandas,andas a cheirar o quê?
A língua como sempre de vez em quando mandava as suas bacorádas não é.E as mamas sim as mamas,também queriam,o umbigo,a píça,enfim todos eles.
Falou o estômago,o fígado as tripas,falaram todos,e por fim o cérebro que era o centro desta polémica toda,
porque era ele o grande chefe,mas táva-se a cagar pra isso tudo,tipo quem nos governa.E sempre o cu com aquela vóz finínha,e eu,nunca mais é a minha vez
Diz o cerebro com vóz autoritária, não é preciso votar em ninguém,eu mesmo vou assumir o comando,mesmo que seja mal,mas eu é que mando.E fez-se silencio.
Levanta-se novamente o cu,e com uma vóz groça e altiva diz ;Pois,eu que estou aqui no meio de duas badanas, mesmo ao pé dos colhões,e mesmo o irmão deles ás vezes também me quer foder,não meus amigos,podem-me gozar podem-me fazer tudo o que quiserem, mas façam devagarinho,é que a partir de hoje tou-me a cagar pra isto tudo,e mais,cheguei a uma conclusão,(e perguntaram todos numa só vós).Qual foi,conta-nos.
Então é assim,aprendi aqui hoje convosco,que pra se mandar não é preciso saber grande coisa (todos outra vez)então é o quê?Ocu,virou costas e encaminhando-se cabisbaixo pró seu sítio e diz,Só é preciso saber fazer as suas cagadas,e mais não digo.

sinto-me: Sózinho cansado e com fome.
música: Amor de MÃE das" Bombocas"

publicado por velhinhopregasecas às 00:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

...

Olha a cabelêra do zé-zé

Confissão

Eu é que sou o velhinho.

Não vou por aí

Sim Gostava...

Frazes e pensamentos

O pai e o filho

Dia do juramento de bande...

Reunião Dos Orgãos do Cor...

arquivos

Dezembro 2009

Fevereiro 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds